SEMA desenvolve projetos para recuperar viveiros de mudas em Tauá, Acopiara, Campos Sales e 6 municípios

Publicado em: 14/03/2019 13:01:45
Tag(s): Recuperação, Viveiros, Mudas, Ceará.
Categoria:
Clique para Ampliar

Na estrutura organizacional da Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), a Coordenadoria de Biodiversidade (Cobio) desenvolve as ações e os projetos vinculados ao Programa Ceará Mais Verde, iniciativa que tem como objetivo principal conservar, recuperar, ampliar e proteger a cobertura vegetal e os solos do território cearense. No âmbito do referido programa insere-se a gestão de viveiros, que, por meio de parcerias e cooperação técnica, produz mudas nativas destinadas, em sua maioria, à recuperação de áreas degradadas e às ações de educação ambiental.

Por ocasião Festa Anual da Árvore 2019, que este ano acontece de 17 à 24 de março, e quando o Estado do Ceará festeja e destaca a importância das árvores para o meio ambiente, o titular da SEMA, Artur Bruno, assina protocolos de revitalização de oito viveiros regionais para produção de mudas. “A revitalização de viveiros é fundamental, no tocante à produção de mudas nativas”, disse Bruno. “No total serão investidos R$ 199.423,11 para execução das reformas”, destaca. O projeto também conta com a capacitação de viveiristas e a produção de mudas.

De acordo com a orientadora, Flávia Prado, da Célula de Políticas de Fauna e Flora (Cepoff/Cobio), os viveiros que serão “requalificados” referem-se a um termo de cooperação assinado em 2012, entre a SEMA e nove municípios cearenses, e atualizado em 2018. “Na gestão do secretário Bruno, os viveiros foram vistoriados e as condições de operação dos mesmos, levantadas”, explica. A previsão é a SEMA fazer a revitalização dos viveiros e capacitar, tanto em termos de gestão, como de produção de mudas”, encerra Flávia.

Os viveiros estão localizados nos municípios de: Acopiara, Campos Sales, Croatá, Cruz, General Sampaio, Jardim, Ocara, Tauá e Ubajara. Sua distribuição abrange diferentes polos do estado, possibilitando uma logística eficaz da doação de mudas para o desenvolvimento de projetos de florestamento, reflorestamento, arborização e educação ambiental por todo o Ceará. “No contexto da Política Estadual do Meio Ambiente, os viveiros são essenciais para a preservação das nossas coberturas florestais”, afirma a coordenadora da Cobio, Dóris Santos. Ela disse ainda que cada viveiro terá condições de produzir 120 mil mudas/ano.

Site: Governo do Estado/SEMA