Policlínica de Tauá nega demissões, mas confirma saída de neurocirurgiões

Publicado em: 12/10/2017 13:29:22
Tag(s): Nota, Policlínica, Tauá.
Categoria:
Clique para Ampliar

Uma nota atribuída a diretora da Policlínica de Tauá, Karla Veruska, nega as demissões dos neurocirurgiões Drs. Gomes Filho e Gomes Neto, mas confirma que os dois especialistas não trabalharão mais na unidade.

A justificativa apresentada é que os contratos da empresa com os profissionais ficaram encerrados no início de outubro e "não houve interesse da empresa em continuar a parceria", diz trecho da nota.

A nota diz que outro profissional na área de neurologia já foi habilitado.

Veja a nota da Policlínica

Pacientes revoltados

A divulgação da notícia provocou reações nos meios de comunicação e redes sociais de Tauá. A saída dos médicos foi recebida com muitas críticas e reclamações, tendo em vista a qualidade do atendimento prestado pelos médicos.

Veja o que pacientes disseram em telefonemas à Rádio Difusora dos Inhamuns.

Profissionais demitidos por telefone

Um dos melhores neurocirurgiões do Ceará e da Região Nordeste, que atendia na Policlínica de Tauá, foi demitido por telefone na noite desta quarta-feira, 11.

Dr. Gomes Filho, que há quase 6 anos atendia pacientes dos municípios que integram o Consórcio Público de Saúde, foi comunicado pela diretora da Policlínica, Carla Veruska, cunhada do Dep. Audic Mota, que o contrato estava encerrado e que não poderia ser renovado por falta de dinheiro.

Também foi demitido, outro neurocirurgião, o Dr. Gomes Neto, que é filho de Dr. Gomes. Ambos atendiam mensamente em torno de 110 pacientes. Além disso, quando havia necessidade de algum procedimento em Fortaleza, essas pessoas ainda eram acompanhadas pelos profissionais.

Dr. Gomes é um dos mais requisitados profissionais da área no Estado e trabalha no IJF, Hospital Batista, Hospital Albert Sabin, atende pela Unimed-Fortaleza, além dos municípios de Itarema e Jijoca.

O médico fez residência em neurocirurgia na Alemanha.