Pescadores artesanais de Arneiroz participam de mesa de negociação com o poder público

Publicado em: 18/09/2019 19:09:15
Tag(s): Mesa, Negociação, Pescadores, Arneiroz.
Categoria:
Clique para Ampliar

O povo da pesca continua na luta pelos direitos. Em Arneiroz, como forma de participação social para a efetivação das políticas públicas representantes do poder público, entidades, pescadores e pescadoras junto a Cáritas de Crateús vão se reunir nesta quinta-feira dia 19 de Setembro, em uma mesa de negociação.

A atividade é uma realização do projeto “Pescadoras e Pescadores artesanais construindo o Bem Viver”, realizado pela Cáritas Diocesana de Crateús e Conselho Pastoral de Pescadores Regional Ceará, e CISV , e cofinanciado pela União Europeia e Conferenza Episcopale Italiana. A ação tem como objetivo, debater as demandas dos pescadores e pescadoras de Arneiroz e instituir um canal de diálogo entre o governo municipal, entidades e a categoria da pesca artesanal do município.

As demandas foram identificadas a partir de um diagnóstico realizado com pescadores e pescadoras acompanhadas pelo projeto junto aos técnicos mobilizadores de campo. A comunidade da pesca espera com muito entusiasmo o momento da mesa para discutir com o poder público e as entidades, possibilidades de solução para as necessidades desse povo tão invisível.

A intervenção do projeto até agora se desenvolveu em 12 municípios com o intuito de estimular a leitura crítica da realidade, renovar os quadros das colônias e associações com, sobretudo, a entrada de mulheres pescadoras nos corpos dirigentes e melhorar a legislação da pesca. Após da avaliação dos primeiros dois anos, o projeto agora está focado em garantir o acesso às políticas, mediante negociações com os poderes públicos, o empoderamento das mulheres para o aumento da renda e a construção das alternativas que possam garantir o desenvolvimento sustentável das comunidades da pesca no Sertão.

Contatos: 
Lorenza Strano, Assessora de comunicação
Whatsapp: +393803667835
Tel: (85)991492428
Facebook: Cáritas de Crateús
Este projeto é co-financiado pela União Europeia.