Clique para Ampliar

Está marcada para o dia 25 de janeiro às 9h da manhã na Sala de Audiências da 1ª Vara da Comarca de Tauá, audiência para oitiva de testemunhas numa Ação Judicial de Investigação Eleitoral promovida pela Coligação Muda Tauá contra o ex-prefeito Júlio César, os candidatos Patrícia Aguiar e Edimilson Bastos, além do ex-presidente da Câmara e vereador reeleito Ronaldo Filho.

A ação da Coligação Muda Tauá é de autoria do advogado Solano Mota Alexandrino(atual Procurador Geral do Município de Tauá) e pede a condenação dos denunciados por abuso do poder político.

As partes já estão sendo intimadas pelo Cartório Eleitoral da 19ª zona.

Esses processos foram impetrados durante a campanha eleitoral de 2016.

Veja o Despacho da Juíza!

Designo audiência UNA de instrução para o dia 25 de janeiro de 2017, às 9 horas, na sala de audiências da 1ª Vara da Comarca de Tauá, para oitiva das testemunhas arroladas pelas partes, advertindo que as testemunhas serão levadas pelas partes, independentemente de intimação, nos termos do art. 22, V da Lei Complementar 64/1990.

Aproveito o ensejo para deferir os requerimentos formulados pelas partes de intimação pessoal das testemunhas especificadas nos autos. Ao Cartório Eleitoral para providências. 


Publique-se. Intimem-se. Ciência ao MPE. Expedientes necessários. 

Tauá, 15 de dezembro de 2016. 

GISELLI LIMA DE SOUSA

Juíza Eleitoral 

Outras ações envolvem mais 7 vereadores

Afora esses processos que começaram a ser analisados, existem outros também protocolados pela Coligação Muda Tauá pedindo a cassação de registros de candidaturas de 7 vereadores, Felipe Viana, Cláudio Régis(suplente), Ronaldo Filho, Williana Bezerra, Marco Aurélio, Luis Tomaz e Marcos Caracas(suplente), além da chapa Patrícia e Edmilson.

As ações envolvem também o ex-prefeito Júlio César, os ex-secretários João Álcimo(Educação) e Ademária Temóteo(Saúde).