Escritórios da Ematerce recebem equipamentos de informática no Ceará

Publicado em: 13/02/2019 09:49:42
Tag(s): Equipamentos, Escritórios, Ematerce, Ceará.
Categoria:
Clique para Ampliar

Mais de 830 equipamentos de informática começaram a chegar nos escritórios regionais da Ematerce espalhados nos 14 territórios cearenses. A solenidade do material de informática aconteceu nesta manhã no auditório da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) e contou com as presenças do secretário De Assis Diniz e do presidente da Ematerce, Antônio Amorim.

No total, a entrega dos 350 computadores de mesa (desktops), 110 notebooks, 370 estabilizadores e 10 projetores representa o investimento de R$ 2.080.450. Os recursos são do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop) e uma contrapartida do Governo do Ceará à parceria firmada pela Ematerce para a execução do Projeto Dom Helder Câmara.

A conquista, que beneficia diretamente o corpo técnico da Ematerce, integra ainda um instrumento de parceria firmado com a Agência Nacional de Assistências Técnica e Extensão Rural (Anater) e abrange recursos da ordem de R$ 19,5 milhões. Até 2020, o Dom Helder Câmara prevê atender a 5.641 famílias do campo em 85 municípios cearenses.

Concurso da Ematerce

Em seu discurso, o secretário De Assis Diniz anunciou a data de divulgação final dos classificados do concurso da Ematerce, prevista para o próximo dia 25, e destacou a contribuição do corpo técnico da Ematerce para a elaboração de um inventário contendo informações sobre a localização e situação de cada um todos os 1.642 tratores entregues pelo Governo do Ceará em toda a sua história.

“Existe uma gama infinita de informações e precisamos colocar tudo isso no papel para apresentarmos ao governador (Camilo Santana). Desta forma, poderemos contribuir para que esses equipamentos estejam à disposição dos homens e das mulheres do campo e aperfeiçoar o mecanismo de entrega desses equipamentos à população rural”, reforçou.

Novos cenários

Destacando as contribuições da Secretaria da Fazenda (Sefaz) e da diretoria Administrativa e Financeira da Ematerce para a obtenção dos recursos e fechamento da parceria com a Anater, Antônio Amorim frisou a necessidade de aperfeiçoar o trabalho com novas tecnologias e melhorar a atuação no campo pelos técnicos. O presidente da Ematerce enfatizou ainda o balanço do primeiro encontro com representantes da Secretaria de Agricultura e Cooperativismo, em Brasília (DF), e demonstrou preocupação com aquilo que pode ser uma preocupação na execução do trabalho da Ematerce.

“Atualmente, não conseguimos sequer dar conta da nossa tarefa de assistência técnica e extensão rural. Imagine desempenhar essa nova tarefa de referendar as solicitações de pedido de aposentadoria rural, até então feita por sindicatos e associações. Esse é um desafio muito sério que vamos ter enfrentar”, explicou Amorim.

Site: Governo do Estado