Em votação apertada, Câmara Municipal aprova convocação da secretária para explicar demissões na Educação de Tauá

Publicado em: 16/10/2017 22:58:20
Tag(s): Votação, Convocação, Secretária, Educação, Câmara Municipal, Tauá.
Categoria:
Clique para Ampliar

A Câmara Municipal de Tauá aprovou na sessão ordinária desta segunda-feira, 16, a convocação da Secretária de Educação do município para explicar os motivos da demissão de servidores temporários, que pode chegar a 500 pessoas.

O Requerimento foi apresentado pelos vereadores, Luis Tomáz, Valdemar Jr., Felipe Viana, Dra. Fátima Veloso, Marco Aurelio e Antonio Coutinho. 

A votação foi apertada, mas a matéria foi aprovada por 7 votos a favor e 6 contra.

Discussão

Antes da votação do Requerimento, o presidente Marco Aurélio abriu o debate e os vereadores ligados a base do prefeito Carlos Windson, solicitaram que fosse substituído o termo "convocação" por "convite", mas o vereador Luiz Tomáz não concordou justificando que a Câmara Municipal vem sendo muito pressionada pela população e pelos servidores demitidos a buscarem respostas sobre o que vem acontecendo na gestão municipal. Além das demissões e parcelamento dos salários atrasados, os vereadores também querem explicações sobre o atraso no pagamento do transporte escolar.

Após as discussões, a matéria foi colocada em votação e aprovada. Votaram pela convocação da Secretária de Educação, profª Gertudes Mota, os vereadores, Luis Tomáz, Valdemar Jr., Felipe Viana, Dra. Fátima Veloso, Ronaldinho, Williana e Antonio Coutinho.

Contra a convocação votaram os vereadores, Avelange Jr., Dr. Edyr Mota, Alaor Mota, Fátima Guedes, Vony do PT e Wellington Jr.

O vereador Chico Neto não compareceu à sessão de hoje(16/10) e o presidente Marco Aurélio só vota em situação de empate, mas disse votaria a favor da convocação da Secretária.

A Câmara Municipal deverá encaminhar o Requerimento à Secretaria de Educação nesta terça-feira, 16.

Manifestações

Vários servidores temporários que foram demitidos pela Prefeitura de Tauá estiveram nas galerias da casa e assistiram a sessão. Os vereadores que votaram a favor da convocação foram aplaudidos e os que se posicionaram de forma contrária, foram vaiados pelo público.

Um servidor demitido também fez manifestação através de um cartaz exibido durante os debates.

Teste

A votação também serviu como um teste para identificar o posicionamento político-administrativo dos vereadores de Tauá já que nos últimos meses existem muitos rumores sobre a mudança de posição de edis que foram eleitos na bancada de oposição e hoje estão alinhados com o bloco de situação.

Em 2016, foram eleitos 12 vereadores pela oposição e 3 pela situação.