Dupla presa após assaltar Loja de Celulares em Tauá

Publicado em: 28/06/2013 07:06:18
Tag(s): Assalto, Loja de Celulares, Tauá, Prisões.
Categoria:
Clique para Ampliar

Um assalto foi praticado no meio da tarde desta quinta-feira, 27/06, contra uma revendedora de produtos da Operadora Vivo em Tauá. O fato foi registrado por volta das 15h30 na Rua Monsenhor Joviniano Barreto, 11, na Loja Quinamuiú Celulares. A vítima foi a proprietária da loja, a comerciante Antônia Josilene Soares, nascida em 09/06/1986, residente no Parque Quinamuiú.

Em depoimento na Delegacia, a vítima contou que por volta das 15:40h, no momento em que seu companheiro Antônio Moreira Lima, saiu do estabelecimento, chegaram dois indivíduos ambos usando capacete, um deles armado com um revólver e anunciaram um assalto.

Um dos elementos apoderou-se de uma sacola, enquanto o outro ordenou que a vítima ficasse sentada com mãos à vista de forma que não esboçasse nenhum movimento ou reação.

Enquanto isso o outro elemento pegou vários objetos das vitrines: 11 celulares de variadas marcas, 02 tabletes, um da marca Philco e outro da marca Bravo, e um roteador, produtos avaliados em cerca de R$ 4.000,00 (quatro mil reais).

Após recolher os equipamentos, o assaltante saiu em direção a uma motocicleta, que estava estacionada nas proximidades da loja, depois de chamou o comparsa e ambos fugiram do local tomando rumo ignorado.

Imediatamente a Polícia foi avisada sobre a ação e diligências passaram a ser feitas à procura dos meliantes. Durante as investigações, a Polícia encontrou no Bairro Bezerra e Souza, na CE 176, uma motocicleta Yamaha Crypton, cor vinho, placa HTX 4641-Acopiara CE, com as mesmas características do veículo usado no assalto.

Com a ajuda de populares, os policiais descobriram o paradeiro dos ocupantes da moto e dois indivíduos foram presos suspeitos de serem os autores do assalto.

Na Delegacia, eles foram reconhecidos pela vítima. São eles: Márcio José De Matos, nascido em 08/03/1990 (23 anos), filho de José Manoel de Matos, e Maria de Fátima da Silva, residente na Rua A casa 51 no Bezerra e Souza. Na casa dele a Polícia encontrou um revólver calibre 38 com uma munição intácta, possivelmente a arma usada no assalto. O outro acusado é o Douglas Wilbor Nascimento, nascido em 08/01/1990 (23 anos), filho de Célia do Nascimento, (pai não informado), residente na Rua K, 10 no Prourb.

Os dois foram autuados por infração ao (Art. 157 § 2º, l, do CP) por roubo qualificado com o emprego de arma de fogo, cuja pena varia de quatro a dez anos de reclusão, e multa. 


Aurtor de furto em Igreja Evangélica foi preso por causa de um boné

Um boné deixado no local do crime foi a pista encontrada pela Polícia para prender o autor de um furto praticado em uma igreja evangélica de Tauá.

Depois de receber a denúncia sobre o roubo em um templo evangélico, policiais da Delegacia Regional de Polícia Civil de Tauá, passaram a investigar e encontraram um boné deixado pelo meliante durante a ação e isso serviu de pista para que a Polícia logo encontrasse o dono do chapéu, que ao ser detido confessou ser o autor do roubo.

Trata-se do Antônio Idevan Cordeiro Galvão, residente na Rua José Lourenço Filho, no Bairro Tauazinho.

Ao ser preso e depois de muitas contradições, ele resolveu confessar a autoria e vai responder por infração ao Artigo 155 do CPB.

Assalto contra aposentado

Outro assalto aconteceu na Alameda das Baraúnas, contra o aposentado João Batista Pereira, 66 anos, residente no Sítio Favelas. Por volta de 0h10, a vítima trafegava no local quando foi abordada por alguns indivíduos que tomaram uma carteira, contendo dinheiro e documentos pessoais.

Durante a ação, os meliantes ainda espancaram o aposentado. Minutos depois, a carteira do mesmo foi encontrada por populares, mas o dinheiro tinha sido levado.

A vítima procurou o Pró-Cidadania, diligências foram feitas mas os autores não foram localizados. Segundo um dos agentes, o aposentado apresentava sinais de haver ingerido bebida alcoólica e não conseguia repassar com precisão as características dos meliantes, dificultando assim a procura pelos mesmos. 

Furto em residência da Vila Joaquim Moreira

Uma moradora da Vila Joaquim Moreira entrou em contato com a base do Pró-Cidadania informando que alguém entrou em sua residência e furtou a quantia de R$ 200,00 (duzentos reais).

A vítima é a agricultora Maria Ozineide Silvério Noronha. Ela acredita que a ação foi praticada por um menor. Segundo ela, anteriormente outro furto foi praticado, e a quantia levada foi de R$ 1.200,00.

Repórter Lindon Jonhson