Curso Paulo Freire mais Saúde será encerrado em Tauá

Publicado em: 19/11/2019 21:11:18
Tag(s): Encerramento, Curso, Paulo Freire Mais Saúde, Tauá.
Categoria:
Clique para Ampliar

Acontecerá nesta quarta-feira, 20 de novembro, a partir das 09h da manhã, no Auditório da EEEP Monsenhor Odorico de Andrade, o encerramento do Curso Paulo Freire + Saúde, uma capacitação com foco na promoção dos conhecimentos acerca das seguintes temáticas: Saúde Mental: Violência, depressão, uso de drogas e suicídio; gênero, sexualidade e saúde; alimentação saudável e uso de plantas medicinais; Leishmaniose e Doença de Chagas. Além de habilidades correlacionadas a educação em saúde e que respeitem as características e demandas de cada contexto apresentado nas comunidades de atuação do projeto Paulo Freire.

Uma das principais formas de redução da pobreza rural e da qualidade de vida dessa população no semiárido cearense se dá principalmente por meio de estratégias que estimulem o desenvolvimento do capital humano e social em nosso estado. Partindo do entendimento dessa premissa, foi que a Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ESP/CE), por meio da sua Diretoria de Educação Profissional em Saúde (Dieps) em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA) o Projeto Paulo Freire iniciou no último dia 25 de junho os encontros formativos da capacitação Paulo Freire +Saúde.

A iniciativa teve como principal objetivo contribuir na formação de Agentes Comunitários de Saúde (ACS), Agentes de Combate às Endemias (ACEs) e profissionais do Projeto Paulo Freire em uma perspectiva de contribuir para a aproximação de cada um desses atores sociais em seus respectivos territórios de atuação.

A formação teve carga horária total de 60 horas, sendo 40 horas presenciais e 20 horas destinadas à construção de um plano de intervenção. As atividades presenciais foram realizadas por meio de três encontros de 8 horas que compreenderam: oficinas de apresentação, monitoramento, e avaliação. Além de um encontro temático de dois dias.

Toda a metodologia do curso foi baseada em metodologias ativas de aprendizagem, utilizando como eixo metodológico o estudo de casos, com ênfase em trabalhos em pequenos grupos, complementado com várias estratégias educacionais participativas e atividades de elaboração de plano de intervenção para desenvolvimento junto à comunidade.

Ao todo, 15 municípios cearenses receberam o curso: Tauá, Parambu, Quiterianópolis, Aurora, Arneiroz, Campos Sales, Salitre, Araripe, Potengi, Assaré, Altaneira, Tarrafas, Santana do Cariri, Antonina do Norte e Nova Olinda.

A iniciativa

O Projeto Paulo Freire é uma execução da Secretaria do Desenvolvimento Agrário, por meio e acordo realizado pelo Governo do Estado do Ceará com o Fundo Internacional do Desenvolvimento Agrário. Seu principal objetivo é a redução da pobreza e a elevação o padrão de vida de agricultores familiares de em condições de extrema pobreza e pobreza de 31 municípios cearenses, em 600 comunidades rurais com baixo Índice de Desenvolvimento Humano, através do desenvolvimento do capital social e humano e da produção sustentável para aumento da renda a partir de fontes agrícolas e não agrícolas com foco prioritário nos jovens, mulheres e povos tradicionais.

Estruturado a partir de dois componentes (desenvolvimento de capacidades das pessoas e das organizações comunitárias e produtivas) e (apoio ao desenvolvimento produtivo e à sustentabilidade ambiental), a iniciativa possui uma abordagem participativa permitindo que a demanda do público beneficiário seja a principal fonte de orientação da ação do Projeto.

A capacitação será financiada pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) via Projeto Paulo Freire, que tem como principal objetivo a redução da pobreza rural no semiárido cearense, com vistas ao aumento da renda e da qualidade de vida da população alvo por meio do desenvolvimento do capital humano e social e do desenvolvimento produtivo sustentável, com foco prioritário em jovens e mulheres.

Participarão da Solenidade o Prefeito Fred Rêgo, autoridades de diversos municípios da região, do Secretário Executivo do Desenvolvimento Agrário, Wilson Brandão e do Diretor da Educação Profissional em Saúde. Caio Garcia Correia Sá Cavalcante além de agentes comunitários de saúde, agentes de combate as endemias.

*Com informações do NIC/PMT