Ciopaer acumula mais de mil missões nos primeiros oito meses de 2019 no Estado do Ceará

Publicado em: 23/09/2019 16:09:56
Tag(s): Atendimento, Ciopaer, Ceará.
Categoria:
Clique para Ampliar

Com mais de 1.034 missões realizadas entre janeiro e agosto deste ano, a Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE) cumpre funções que vão além do apoio a ações policiais e patrulhamento. As aeronaves da Ciopaer, distribuídas atualmente em quatro bases (Fortaleza, Juazeiro do Norte, Sobral e Quixadá) atuam também em resgates, transportes aeromédicos, transporte de órgãos e tecidos humanos para transplante, apoio às ações de defesa civil, monitoramento ambiental e de recursos hídricos e apoio a ações de controle de queimadas. Além de participarem de operações das Polícias Civil e Militar cearenses e do Corpo de Bombeiros Militar, as aeronaves da Ciopaer atuam em missões que seriam realizadas pela Marinha do Brasil e também da Força Aérea Brasileira, dada a não existência de helicópteros dessas duas forças no Ceará.

Do total de 1.034 missões realizadas nos primeiros oito meses de 2019, 124 delas foram de transporte aeromédico. Entra as atividades mais recentes desempenhadas pelos profissionais da Coordenadoria em parceria com servidores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), graças a um convênio firmado entre a SSPDS e a Secretaria da Saúde (Sesa), estão três serviços prestados no último domingo (15). Uma das viagens partiu de Juazeiro do Norte, a partir de onde foi feito o transporte de um recém-nascido que apresentava um quadro de insuficiência respiratória para uma unidade hospitalar situada em Fortaleza. Em outra ação, uma criança de oito anos foi transportada pela equipe da Ciopaer de Missão Velha, onde foi vítima de um acidente de trânsito, também para a Capital cearense. Na terceira missão, a paciente foi uma mulher que acabara de dar a luz e que estava com insuficiência cardiorrespiratória. Ela foi socorrida e levada de Crateús para um hospital em Fortaleza.

Nas três ocorrências, os deslocamentos das regiões do Cariri e dos Inhamuns para a Capital totalizaram 1.700 km, percurso que se colocado em linha reta seria o suficiente para um voo ligando Fortaleza à Guiana Francesa. “Os números relativos a essas missões mostram a capacidade de alcance operacional da Ciopaer atingindo todas as regiões do Estado e a importância da unidade no atendimento às necessidades mais urgentes de nossa população”, disse o tenente-coronel PM Marcus Costa, relações-públicas da coordenadoria. Os profissionais do Samu atuam embarcados junto com tripulantes da Ciopaer em aeronaves equipadas com todo aparato específico para fazer o transporte e atendimento médico de vítimas em UTIs aéreas até as unidades de saúde mais próximas.

“A Ciopaer é uma coordenadoria fundamental na melhoria da segurança das pessoas e no salvamento de vidas, não só de forma direta, com os atendimentos aeromédicos, que são diários, mas também no combate ao crime, um apoio aéreo, que proporciona mais segurança na atuação dos policiais”, pontuou o secretário André Costa.

Os 1.034 acionamentos da Ciopaer, de janeiro a agosto de 2019, representam um aumento de 21,6% nas missões da coordenadoria da SSPDS, se comparados às 850 ocorrências atendidas no mesmo período de 2018. As ocorrências de patrulhamento aéreo cresceram 106,4%, passando de 141 nos oito primeiros meses do ano passado para 291 até o oitavo mês deste ano. Considerando apenas os transportes aeromédicos houve um acréscimo de 45,9% nas ações, já que os atendimentos passaram de 85 para 124 no mesmo período. Os 124 casos de janeiro a agosto deste ano já se aproximam do total de atendimento de todo o ano de 2018, quando foram atendidas 139 ocorrências.

Apoio ao Corpo de Bombeiros

Já nesta semana, mais precisamente na segunda-feira (16), uma aeronave da Ciopaer foi deslocada ao município de Parambu, para dar apoio a uma missão integrada do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Piauí (CBMEPI), para combater um incêndio de grandes proporções. A queimada aconteceu na divisa entre os estados do Ceará e do Piauí, no limite entre os municípios de Parambu (CE) e Pimenteiras (PI). Na ocasião, o helicóptero atuou no reconhecimento do local com profissionais do CBMCE. Com o auxílio da Coordenadoria, foi possível montar a estratégia para debelar as chamas que já castigavam a área desde o dia 12 deste mês. Nas duas últimas semanas, foram feitas missões de apoio aos bombeiros na Região do Cariri e também na Região Metropolitana.

Reforço na frota e nova base

Na última segunda-feira (16), o governador Camilo Santana se reuniu com diretores da empresa multinacional Airbus. O encontro, que aconteceu em Donauwörth (ALE), tratou da aquisição de mais dois helicópteros modelo Airbus Helicopters Deutschland H135 Helionix. As duas aeronaves vão reforçar a frota da segurança pública do Estado, uma das maiores e mais modernas do país. “Tenho um compromisso de reforçar cada vez mais nossas forças de segurança para combater a criminalidade e proteger nossa população. Nossos helicópteros da Ciopaer, além do combate diário ao crime, ajudam a salvar vidas, através do transporte aeromédico em todo o estado. Vamos ampliar nossas bases da Ciopaer, hoje já presentes em Fortaleza, Sobral, Juazeiro e Quixadá, para chegar cada vez mais rápido em qualquer lugar do Ceará”, disse Camilo.

“Os investimentos no reforço da frota são parte da estratégia da Secretaria da Segurança Pública e para isso temos contado com o apoio incondicional do governador Camilo Santana”, frisou André Costa, titular da pasta da Segurança no Estado. “É um investimento necessário. É preciso essa ampliação de mais uma base, que será instalada em Crateús. Assim teremos um atendimento mais eficaz e rápido em todo o Estado”, completou.

Com a aquisição dos novos equipamentos, a Ciopaer passará a contar também com mais uma base no interior do Estado, em Crateús, que virá a somar com as outras três já presentes no interior e a situada na Capital. Atualmente, as cidades da região de Crateús são atendidas por aeronaves das bases de Quixadá ou de Sobral. Com a nova base, o tempo de atendimento para estes municípios terá uma redução de até 30 minutos.

Com 24 anos recém-completados, a Ciopaer conta atualmente com dez aeronaves, sendo nove helicópteros (um EC130 B4, dois AS350B2 esquilo, três Airbus EC135 e três EC145) e um avião modelo Cessna 210. No total, 166 profissionais de segurança pública compõem o efetivo da unidade aérea, entre pilotos, tripulantes operacionais, mecânicos e apoio solo, além de 22 profissionais de saúde do Samu Ceará.

Site: Governo do Estado